Aprovado projeto de implantação de Terapias Naturais nas unidades de Saúde

Edilson Dias (442 x 600)Foi aprovado o projeto de lei do presidente do Legislativo, vereador Edilson Dias (PT), solicitando que a Prefeitura realize convênio com o SUS para oferecer terapias naturais, como forma complementar do tratamento de saúde.
O projeto é aos moldes do que está previsto na Portaria n° 971, de 2006, e Portaria n° 849, de 2017, do Ministério da Saúde, que inclui a Terapia Comunitária Integrativa e a Yoga à Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares ­oferecidas ­gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS).
A lei prevê a implantação das terapias nas unidades de Saúde do município, centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e Hospital ­Municipal; a disponibilidade de medicamentos naturais para os pacientes atendidos na rede pública de saúde; o estímulo à utilização de técnicas de avaliação energética das terapias naturais; a ampla divulgação, através de campanha, do Programa de Terapias Naturais e dos benefícios decorrentes dessas terapias.
São consideradas terapias naturais, dentre outras: Massoterapia; Shiatsu; Reflexologia; Do-in, Fitoterapia; Acupuntura; Quiropraxia; Bioenergética; Aurículoterapia; Cromoterapia; Iridologia; Meditação, Aromaterapia;  Homeopatia não médica; Oligoterapia; Reiki;  Arteterapia;  Terapia Floral;Yoga; Trofoterapia; Geoterapia; Hidroterapia; Ginástica Terapêutica; Terapias de Respiração e ­Quiropraxia.
“É um projeto que, além dos benefícios comprovados por pesquisas da USP e UNIFESP para a saúde, não trará despesa para o município, pois as despesas ocorrerão por conta de dotações ­orçamentárias próprias em convênio com o SUS e que abre mais um campo de trabalho para os profissionais da área”, conclui o vereador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

completar *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>