Biotecnologia foi destaque do XV Simpósio Internacional

Aconteceu na última semana, a 15ª edição do Simpósio Internacional de Ciências Integradas da Unaerp Guarujá. Em três dias de evento, foi uma verdadeira maratona científica com a realização de quase 200 atividades científicas, com a participação de pesquisadores, estudantes, docentes e profissionais da própria universidade e de outras instituições nacionais e estrangeiras. Uma das palestras focou o uso da Biotecnologia para aproveitamento de resíduos e geração de novos produtos. A coordenadora Unidade de Biotecnologia da Unaerp e PhD no assunto, formada pelo King’s College - University of London, Profa. Dra. Suzelei de Castro França, apresentou conceitos relativos à economia verde e resultados de estudos nessa área que, segundo ela, tem trazido uma mudança de paradigma no processo produtivo. “Estamos passando para uma química aplicada a processos biológicos, com a utilização de organismos vivos como plantas e microorganismos, e o aproveitamento da maquinaria bioquímica desses seres vivos para a produção de enzimas e de ativos que podem ser usados na terapêutica de inúmeras doenças. E também para o uso em algumas áreas, sobretudo na construção civil, onde há o desenvolvimento de vários produtos utilizando incrementos como fibras vegetais”, ressalta a pesquisadora. Para a pró-reitora da Unaerp Guarujá, Priscilla Bonini Ribeiro, o evento atinge seu objetivo ao intensificar a difusão do conhecimento científico. “A Unaerp vivenciou três dias de intensa atividade com foco na Ciência e na Pesquisa. O Simpósio demonstra nosso compromisso com a práxis científica.” O Simpósio Internacional de Ciências Integradas é realizado desde 2004 na Unaerp Guarujá, em parceria com a Fundação Fernando Lee, com foco no Meio Ambiente. Nesta edição, o subtema foi “Tecnologias e Alterações do Comportamento Humano no Meio Ambiente”. Um dos organizadores, professor João Leonardo Mele, explica que o evento propôs a reflexão sobre a mudança de comportamento em função da tecnologia. “É no ambiente artificial que se tem uma grande carga de tecnologia, que pode melhorar ou piorar a qualidade de vida das pessoas e trazer impactos ambientais”. Palestras e apresentações de pesquisas produzidas por professores e estudantes da própria universidade e de outras instituições do Brasil e do exterior também fizeram parte da programação. Para o coordenador do Núcleo de Pesquisas Fernando Eduardo Lee da Unaerp e idealizador do Simpósio, Prof. Dr. Rubens Ulbanere, a ampliação da participação estrangeira confere maturidade ao SICI. “Conseguimos incluir pesquisas desenvolvidas em outros países, como Estados Unidos, França, Portugal, Espanha e Japão. O Simpósio vem se tornando um centro de discussão internacional para os problemas relacionados ao meio ambiente e permitindo os estudos em qualquer área do conhecimento.” Os trabalhos apresentados no XV SICI estarão disponíveis em breve no site www.unaerp.br, onde podem ser consultados artigos científicos de outras edições do evento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

completar *