Cães também pegam gripe?

A traqueobronquite infecciosa canina, ou “gripe canina”, pode ser causada pelos agentes virais Parainfluienza e Adenovírus, pela bactéria Bordetella bronchiseptica ou ainda pela combinação dos dois tipos de agentes.
O sintoma mais comum da doença é uma tosse constante, como se o animal estivesse engasgado. É uma doença na maioria das vezes de baixa gravidade, mas extremamente contagiosa, se espalhando rapidamente em locais onde há aglomeração de animais.
Em casos menos comuns a gripe canina pode evoluir para pneumonia. Deve-se ter especial atenção aos filhotes e animais idosos, assim como àqueles portadores de doenças crônicas.

Sinais de gripe canina
O sinal mais comum é a tosse, que pode ser seca ou acompanhada de secreção. Com o passar do tempo a tosse se torna mais evidente e constante. O animal também pode apresentar espirros e secreção nasal e ocular. Caso haja secreção nasal é importante a realização de nebulizações diárias, para ajudar na expectoração e alívio respiratório, evitando a evolução da doença para um quadro mais grave.
O animal também pode apresentar febre e infecções secundárias. Vale lembrar que, para os cães, a temperatura febril é a partir de 39º C, aferida pelo médico veterinário na mucosa anal.
Outros sintomas incluem apatia, falta de apetite e intolerância ao exercício.

Tratamento
A gripe canina é uma doença que costuma ter curso breve, de 3 a 5 dias, com remissão pela própria resposta imunológica do animal.
Tão logo se observe os sintomas, mantenha o animal aquecido, longe de correntes de ar, em repouso e com alimentação reforçada. Não deixe que o animal doente entre com contato com outros animais. De preferência, evite levá-lo a passeios na rua.
É importante levar o animal para uma avaliação com o médico veterinário, pois dessa forma pode-se descobrir qual o agente infeccioso e agir de maneira direcionada. Caso haja sinais de infecção bacteriana, será necessário o uso de antibióticos específicos.
Jamais medique seu cão por conta própria! A Aspirina, comum para o tratamento de gripe em humanos, pode ser fatal para os cães.

Prevenção
A vacina contra a gripe canina é a melhor forma de prevenção. Ela é facilmente encontrada nas clínicas e pode ser administrada nos cães a partir dos 6 meses de idade. O melhor momento para realizar a vacinação é de dois a três meses antes do inverno , pois desta forma garante-se maior resposta imunológica durante a época mais fria do ano.

Dra. Juliana Martins Ferreira é médica veterinária (CRMV 29.816) e atende na

Clínica Happy Pet, Rua Guilherme Guinle, 445, Vicente de Carvalho, tel. 33043062

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

completar *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>