Diretoria do Sindserv vai à Brasília discutir sistema previdenciário municipal

Sindical_squassoni2 (600 x 588)A diretoria do Sindicato dos Funcionários Públicos da Prefeitura de Guarujá em representação aos servidores regidos pelo regime próprio de previdência social do município foi até Brasília-DF em busca de melhorias no sistema previdenciário local. O secretário-geral Edler Antonio da Silva e o delegado sindical Alexandre Santos de Brito estiveram na capital federal onde foram recebidos pelo deputado federal Marcelo Squassoni (PRB) na Câmara Federal. O deputado ouviu atentamente aos diretores sindicais quanto às demandas previdenciárias dos servidores do município demonstrando seu compromisso com os mais de 5 mil segurados.
Marcelo Squassoni articulou uma reunião da diretoria sindical com os técnicos da Secretaria de Previdência e a subsecretaria do Ministério da Fazenda, responsável pelos regimes previdenciários próprios, para tratar de interesses e direitos dos servidores do município.
Assuntos como aposentadorias com integralidade e paridade, equacionamento do déficit atuarial, revisão da base de custeio do RPPS e forma de fiscalização e procedimentos de auditoria externa do ministério da fazenda foram tratados em duas extensas reuniões. Esses temas têm preocupado os servidores, conselheiros do regime e diretoria sindical.

Controle Social

Essa iniciativa da diretoria do Sindserv Guarujá faz parte de um conjunto de ações para fiscalizar e acompanhar os rumos da previdência própria municipal iniciada em janeiro de 2013. Todos os diretores estão envolvidos nesse acompanhamento e tem total apoio da presidente do sindicato Márcia Rute Daniel Augusto que delega poderes para essa representação específica.
“Sempre houve essa preocupação da diretoria, mas de 2015 pra cá as ações foram intensificadas devido aos vários problemas e ameaças a direitos que surgiram”, declara Edler.
Alexandre emenda: “As aposentadorias voluntárias começarão a partir de janeiro de 2018 e todas as promessas e garantias feitas pelo executivo quando da migração têm que ser cumpridas.”
A diretoria do Sindserv Guarujá continuará insistindo na defesa dos direitos do funcionalismo. “Somos contra qualquer prejuízo dos direitos e garantias legais dadas aos servidores”, afirmam os diretores sindicais.

Dupla representatividade
Edler e Alexandre além de diretores sindicais são conselheiros administrativos eleitos representantes dos servidores junto ao rpps do município de Guarujá. Diante do cenário atual Alexandre afirma: “Seremos implacáveis sempre que o direito dos servidores estiver em risco”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

completar *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>