Estudantes reivindicam mudança do nome da Avenida Leomil

leomil (600 x 305)Alunos do 5º ano da Escola Municipal Professora Myriam Terezinha Wichrowski Millbourn, no Jardim Boa Esperança, vieram nesta quinta-feira (9), à Câmara Municipal, para fazer um pedido inédito ao presidente do legislativo, vereador Edilson Dias. Eles querem que o nome da Av. Leomil (um antigo feitor de escravos que morou na Cidade, no final do século 19), seja substituído para Avenida 20 de Novembro, data que é comemorado o Dia da Consciência Negra. A mobilização resulta do projeto ‘Se Essa Rua Fosse Minha’, realizado este ano na escola, onde os alunos pesquisaram a história das personalidades que dão nomes às ruas de Guarujá. Foi daí que a turma descobriu que Valêncio Teixeira Leomil, apesar de ter conseguido a concessão da ligação férrea da Cidade, enriqueceu com apropriação de terras e comércio de escravos, além de ter assassinado um marinheiro inglês. “Os registros históricos contam que ele foi absolvido no julgamento, mas a comunidade não aceitou o fato, forçando-o o governo a pedir o seu exílio”, conta a professora Ademara Aparecida Jesus Santos - uma das responsáveis pelo desenvolvimento da iniciativa. Abaixo-assinado Ao tomarem conhecimento do fato, os estudantes decidiram promover um abaixo-assinado, solicitanto a troca do nome da avenida. Mais de 300 assinaturas foram recolhidas e juntadas a um documento, que foi entregue na manhã desta quinta-feira (9), diretamente ao presidente da Câmara Municipal. Compromisso O presidente da Câmara, por sua vez, se comprometeu a discutir com os vereadores a reivindicação feita pelos estudantes. “Considero justo o pedido, mas temos que observar a Lei Orgânica Municipal, que prevê alguns trâmites para a mudança de nome de logradouro”, ponderou ele, que elogiou a iniciativa dos alunos e, principalmente, o trabalho desenvolvido pela equipe educacional da EM Myriam Terezinha. “É bonito ver crianças lutando por cidadania e justiça. Racismo é crime e devemos combate-lo sempre”, afirmou Edilson Dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

completar *