O péssimo governo Antonieta, a dificuldade de reeleição dos vereadores atuais e a esperança de novos tempos para Guarujá

Hoje, data em que escrevo o presente artigo, é quinta feira. No domingo teremos eleição e, em janeiro, finalmente, acabará o pesadelo de a cidade ter sido governada por uma das administrações mais incompetentes.
Não é de hoje que critico a atual administração. Há sete anos e meio repito no meu programa de TV, na Internet e mesmo aqui neste espaço que o atual governo da prefeita Antonieta de Brito, do PMDB, é arrogante, prepotente e incompetente.
As pesquisas oficiais de opinião confirmam minha colocação. Portanto, a cidade poderá comemorar em breve o fim de um governo que jamais deveria ter-se iniciado.
Um governo que acabou com a estrutura administrativa e operacional da cidade, e levou Guarujá e Vicente de Carvalho a viver a pior fase da sua existência.
Com o atual governo, a população deixou de ter zeladoria, saúde e educação de boa qualidade. Perdeu também a autoestima. Hoje, o cidadão local parece ter vergonha de dizer “eu moro no Guarujá”.
Além cuidar da cidade e fazer com que os serviços voltem a funcionar minimamente, o (a) próximo (a) prefeito (a) terá essa tarefa adicional de restabelecer a autoestima da população.
Durante toda a campanha, e já ciente do desânimo generalizado dos moradores, entrevistamos todos os pré-candidatos a prefeito e a maioria dos seus vices.
Ouvi e levei para nossos telespectadores os projetos e planos de cada um deles. Posso, portanto, afirmar que qualquer um deles que assumir a cadeira do executivo local será melhor, arriscaria até um “bem melhor” que a atual gestão.
Todos os candidatos, especialmente os mais cotados nas pesquisas de opinião pública, possuem o que o atual governo não possui: comunicação entre população, autoridades, imprensa, além de humildade para ouvir críticas.
Torçamos, portanto, para que no próximo domingo, dia 2, quando ocorrerá a eleição para prefeito e vereador, a população eleja o candidato que tenha maior possibilidade de administrar a cidade a contento. Ou, ao que parece, indique dois candidatos para debaterem suas ideias num segundo turno.
Aos eleitores que ainda não se familiarizaram com os concorrentes, elencamos agora os onze postulantes do cargo de prefeito (a) de Guarujá em ordem aleatória: Haifa Madi, do PPS, Gilberto Benzi, do PSDB, Valter Suman, do PSB, Sidnei Aranha, do PC do B, Adilson Jesus, do PMDB, Duino Verri, do PSC, Angélica Mariano, do PTC, Rogerio Lima, do PV, Valter Batista, da REDE, Jonatas Nunes, do PSOL e Val advogado, do SD.
Como a prefeita está mal avaliada, os vereadores atuais terão dificuldades para se reelegerem, entretanto, contarão com a sorte e o sistema proporcional, além da pulverização deles nos partidos. Uma parte se reelegerá, mesmo com a rejeição da população.
Só para relembrar, no mercado negro, nesta semana, estão comprando votos ao valor entre R$ 50,00 e R$ 150,00 reais por unidade.
Uma ótima eleição para todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

completar *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>