Pinga fogo 489

Duelo a vista
A praticamente duas semanas das eleições, a pesquisa do Instituto Metrópole, a única publicada até o momento, tende a polarizar a disputa eleitoral entre Haifa Madi (PPS), com 24,2%, e Gilberto Benzi, com 15,8%, e mais abaixo o Dr. Valter Suman (PSB), com 9,6%.

Duelo a vista II
Concretizado o embate entre Benzi e Haifa, os números que devem ser analisados com atenção é o índice de rejeição de cada candidato, pois apontam a margem de crescimento de cada um. E nesse quesito Haifa tem 20,8% de rejeição, enquanto Benzi possui uma rejeição bem menor, de 6,4% do eleitorado.

Duelo a vista III
Nessa tendência pode acontecer que os eleitores que não querem de forma alguma a vitória de Haifa Madi, migrem para o concorrente mais próximo, no caso Gilberto Benzi.

Água na cintura
Apesar de liderar a pesquisa, os números de Haifa preocupam seus apoiadores. Pois corria a boca miúda que, caso Farid não estivesse impugnado, ele teria entre 40% e 50% das intenções de voto, e a expectativa era que Haifa mantivesse o percentual, portanto a queda brusca da candidata colocou em alerta sua campanha.

Debate numa TV de Santos
No debate dos candidatos de Guarujá numa TV de Santos, o candidato Válter Suman, do PSB, disse que criou o PID, Programa de Internação Domiciliar. A candidata Angélica disse que quem havia criado o PID foi seu pai, Maurici Mariano. Suman disse que sim, mas foi ele que trabalhou como médico.
Duino: Adesivo de carro no paletó?
O candidato Duino Verri, do PSC, compareceu ao debate com um adesivo no peito que parecia de carro, de tão grande que era. Teve gente que até perguntou nos bastidores, se a lei eleitoral autoriza usar algo daquele tamanho no corpo humano. Virou alvo de gozação.

Não enganou a nenhum dos presentes
O candidato Duino também chamou atenção dos presentes ao debate com sua colocação sobre os moradores de rua. Disse que se eleito for, cuidará dos moradores de rua e conseguirá adoção para seus animais. “Aonde eles, moradores de rua, vão, seus cachorrinhos vão atrás”. Não enganou a nenhum dos presentes.

Confusão entre Val x Farid
No mesmo cansativo debate, o clima só esquentou fora do ar. Ou seja, o público não viu. No intervalo, o ex-prefeito Farid Madi, do PPS, tirou satisfação com o candidato Val Advogado, do SD, que criticou a gestão do ex-prefeito e o mandato da deputada Haifa Madi, candidata do PPS. Foi necessária a intervenção do pessoal da produção para não entrarem em luta corporal.

Debate do sindicato
Para um candidato que participou do encontro, o debate do SindServ foi demorado, cansativo e muito específico. Aliás, a direção do Sindicato, ou a assessoria de imprensa, não convidou a imprensa para estar presente. Os motivos só alguns devem saber.

Farid impugnado, Haifa rouca
A candidata Haifa Madi, que substituiu Farid após a Justiça impugnar a candidatura dele, ficou calada. Alegou estar afônica, rouca. Pediu que o mediador lesse uma nota e saiu do debate em seguida.

Rouquidão de Haifa foi desculpa?
Nos bastidores, “rouquidão” de Haifa foi comentada como despreparo ou medo da candidata em participar de um debate técnico que, talvez, ela não domine. Iria ficar ruim se ela falasse alguma bobagem.

Não estudou?
O candidato Valter Suman, do PSB, parecia não ter estudado os temas do funcionalismo. Fez uso de “cola” papel por escrito para responder algumas questões.

Melancia salvou debate
No final, quando todos já imaginavam que o debate seria aquilo mesmo, maçante, longo demais e chato, eis que surge o candidato do PSOL, Jonatas Nunes para salvar o encontro com um pedaço de melancia nas mãos.

Melancia salvou o debate I
Em suas considerações finais, Jonatas com o pedaço de melancia nas mãos disse que aquela fruta não custou mais de R$ 30,00 reais. E completou informando que a PMG pagou o alto valor há cerca de dois anos. Dando a entender que, se fosse para a merenda escolar da PMG, a fruta custaria muito mais nos dias de hoje.

Jonatas x Val Advogado
Para completar a salvação do morno e insosso debate do Sindicato, frente a frente, Jonatas perguntou ao candidato Val Advogado, do SD, se ele tinha coragem de olhar nos olhos dos funcionários públicos, referindo-se a ADIN que cortou salários (benefícios) dos servidores da PMG. Um trabalho realizado por Val enquanto vereador e que pegou mal perante o funcionalismo.

Jonatas com Farid
Val Advogado, por sua vez, explicou a ação judicial e deu a entender que Jonatas o estava atacando por o candidato ter ocupado cargo por indicação na administração do ex-prefeito Farid Madi, do PPS.

Angélica Mariano impugnada
A semana foi complicada para a candidata Angélica Mariano, do PTC. Ela foi declarada pela Justiça como inapta e teve seu registro de candidatura indeferido. No dia seguinte, Angélica conseguiu reverter a sentença, voltando à sua campanha.

Toninho Salgado impugnado
Outro que também foi impugnado pela Justiça foi o vereador Toninho Salgado, do PSD. Ele também conseguiu reverter a sentença. Mas ficou preocupado com a péssima repercussão da impugnação nas ruas e redes sociais.

Faltam apenas duas semanas…
Para o dia da eleição de prefeito e vereadores, que ocorrerá no dia 02 de outubro próximo. Com as proibições da legislação eleitoral ainda tem muito eleitor sem candidato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

completar *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>