Pinga fogo 513

Tempo quente
Teve de tudo na sessão da Câmara que rejeitou as contas de 2010 de Antonieta, até bate boca quase chegando às vias de fato entre grupos que hostilizavam a ex-prefeita e o presidente do PMDB local, Nilton Leopoldino. Os vereadores e a Guarda Municipal precisaram intervir.

Melancia
Mas o destaque mesmo da sessão ficou por conta do munícipe Roberto dos Santos, o conhecido Beto Criança, que levou uma melancia para a galeria para lembrar os vereadores do escândalo da merenda que resultou em Comissão Especial de Inquérito na Câmara em 2015 para apurar irregularidades no fornecimento da merenda escolar.

Melancia II
“Comprei essa melancia hoje no supermercado Pão de Açucar por R$ 9,00. Há dois anos a prefeitura pagava mais de R$30,00. Minha intenção é mostrar para os vereadores que é por causa desses escândalos que a cidade está do jeito que está hoje”, explicou Beto.

Circo armado
Vazou o áudio da ex-prefeita agradecendo os militantes do seu partido pela presença na sessão apesar de saberem que “o circo já estava armado” e que a votação foi meramente política, com caráter de disputa.

Saída pelos fundos
Apesar de toda a arrogância de Antonieta durante todo o tempo que acompanhou a sessão, depois da votação dos vereadores, deixou o prédio da Câmara por uma saída lateral.

Pegou bem
Muito elogiados os argumentos apresentados pela vereadora Andressa Sales (PSB) e Sérgio Santa Cruz (PRB) para justificarem seus votos pela rejeição das contas da ex-prefeita Antonieta. Andressa ressaltou as verbas perdidas pela administração anterior e Sérgio destacou o descaso com a população na área da Saúde.

Pegou mal
Falando em arrogância, pegou mal a defesa que o ex-secretário de Desenvolvimento Econômico e Portuário fez de Antonieta em entrevista no programa Tuca Jr.

Pegou mal II
Além dos elogios rasgados à ex-chefe do Executivo, Cláudio Fernando disse que os vereadores não tinham competência para fazer uma avaliação técnica das contas de Antonieta. Será que ele esqueceu que fez parte dos piores oito anos que a cidade já viveu.

Competência
Se os vereadores não têm competência para avaliar as contas de Antonieta, Cláudio, que também é presidente do PMN em Guarujá, também não teve competência para convencer o único vereador do seu partido votar a favor da ex-prefeita. Nequinho votou pela reprovação das contas.

Inferno Astral
Já que o assunto é Desenvolvimento Econômico e Portuário, o atual secretário Gilberto Benzi (PSDB) está vivendo o seu inferno astral político. Os nomes dos seus padrinhos Aluísio Nunes, ministro das Relações Exteriores e o deputado federal João Paulo Tavares Papa estão na lista do Fachin acusados de receber propinas da Odebrecht.

Padrinho
Quem também está mal de padrinho é prefeito Válter Suman. O vice-governador de São Paulo, Márcio França (PSB) é investigado pelo Ministério Público Estadual (MPE) por suspeita de participação em um esquema de fraude em licitações e superfaturamento de contratos na estatal que administra o Porto de Santos.

Falando em PSB…
… o clima dentro do partido está esquentando por conta das legendas para as eleições de deputado federal e estadual em 2018. Três nomes disputam a indicação no PSB: A líder da bancada, vereadora Andressa Sales, o vice-prefeito Renato do Gama e o secretário de Ação Social, Walter dos Santos.

Primeiro os meus
Mas, como esta coluna adiantou, o nome preferido de Suman para fazer dobradinha com Caio França é o do seu filho Lucas Suman. Se até alguns dias a possibilidade era desmentida por fontes ligadas ao prefeito, agora não se tem mais dúvidas. O moço participou com o pai de entrevista no programa Tuca Jr na quinta-feira (13). Os outros pretendentes não gostaram nada.

Farinha do mesmo saco
O prefeito Válter Suman não gosta quando a gente fala que ele é continuação do governo Antonieta, mas é só ver a empresa que ganhou a licitação para executar os serviços de tapa-buraco na cidade. A Terracom, claro.

Lava Jato em Guarujá
A Justiça está investigando a compra de votos, financiamento de campanhas e prestação de contas na última eleição. Vamos aguardar.

Lava Jato em Guarujá II
Vazaram informações sobre importantes depoimentos prestados por testemunhas no processo eleitoral movido pelo PPS contra o prefeito Válter Suman por irregularidades na campanha. Pelo menos um secretário adjunto teria sido citado como pagador a um jornal de campanha.

Vagas
Quem perdeu a eleição e estiver sem emprego, pode procurar o deputado federal Marcelo Squassoni (PRB) que ele arruma um carguinho. Os ex- vereadores Jaiminho, Nelsinho e China já estão empregados. Tem gente achando que tanto “perdedor” junto pode passar vibrações ruins para o deputado.

Em campanha
Fábio Fronterotta (PP) não esconde que é candidatíssimo a deputado em 2018 e está trabalhando forte na estruturação das suas bases em Guarujá. Como o prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB), Fábio aposta no seu perfil empreendedor para atrair os eleitores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

completar *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>