Pinga fogo 532

Esqueceram de mim
Além de não ter sido chamado para compor a mesa de autoridades em cerimônia na Codesp, o secretário de Meio Ambiente, Sidnei Aranha, sequer teve sua presença mencionada durante o evento mesmo tendo sido formalmente convidado.

Esqueceram de mim II
Em protesto ao que considerou total falta de consideração por parte da Codesp, o representante do município se retirou do evento, sendo acompanhado, em solidariedade, pelo secretário de Meio Ambiente de São Vicente, Vitor Carlos Vitório do Espírito Santo, cuja presença também não foi citada.

Mais perdido que…
Cachorro em mudança, ficou também o secretário de Desenvolvimento Econômico e Portuário, Gilberto Benzi durante a visita do secretário nacional de Aviação Civil, Dario Rais Lopes à base aérea. Depois que o prefeito tirou a licitação do aeroporto da sua pasta, Benzi ficou desprestigiado e nem perguntas a ele fizeram na entrevista coletiva.

Deselegante
Benzi esteve em Brasília com Dario e fez o convite para a visita. Usou o gabinete e carro do deputado Marcelo Squassoni (PRB) e nem teve a elegância de chamar o parlamentar para acompanhar o encontro.

Mesma moeda
Squassoni já tem agendada com o Ministro dos Transportes, Maurício Quintella, uma visita técnica à base aérea e, muito provavelmente, não deve convidar o Benzi.

Incompetência…
Ou, no mínimo, descaso da assessoria de imprensa da prefeitura. A imprensa local não foi chamada para cobrir a visita do secretário nacional, nem participar da entrevista coletiva realizada no paço municipal. Só veículos de Santos foram chamados como na época da prefeita Antonieta. Ainda tem muita gente dela por lá.

Quem perdeu, quem ganhou
Ainda sobre o aeroporto, esta coluna vem alertando a prefeitura há bastante tempo sobre os prejuízos que a cidade estava tendo em insistir numa licitação fracassada. Na semana passada o prefeito pagou a conta de quase R$ 400 mil da publicidade veiculada em horário nobre no governo Antonieta. Só quem ganhou até agora com o aeroporto foi a TV Tribuna.

Falando em …
Perder dinheiro, alguém pode explicar qual é o trabalho do Visitors & Convention Bureau pelo Turismo da cidade que justifique a renovação do convênio com a prefeitura? O que se comenta é que a verba é usada para pagar os altos salários e mordomias dos dirigentes da entidade. Vamos averiguar.

Igual para todos
Um grupo de esportistas da cidade, indignados com a interdição do Guaibê, do Tejereba e do estádio municipal pelo Ministério Público por falta do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros, entrou em contato com a nossa redação para protestar contra a medida. Conforme eles, outros prédios públicos como o paço municipal, escolas e até o Forum não possuem o AVCB e não foram interditados. Vamos investigar.

Fora Translitoral
Mais um passo importante foi dado no sentido de banir da cidade a Translitoral, empresa que, há 40 anos, presta péssimos serviços no transporte público de Guarujá, desrespeitando os usuários com constantes atrasos e ônibus velhos.

Fora Translitoral II
A Câmara Municipal aprovou, na terça-feira (22), em primeiro turno, o projeto do Executivo, que institui a Lei de Mobilidade Urbana de Guarujá. A segunda votação será na próxima terça-feira (29). A aprovação do texto é condição para a abertura da licitação do serviço de transporte público.

Pau que bate em Chico…
Bate em Francisco. Foi o que o vereador Peitola (PSDB) quis dizer quando cobrou do secretário de Meio Ambiente, Sidnei Aranha, que aplique multas na Terracom com o mesmo rigor que ele aplica na Sabesp. Para o tucano a empresa estaria contaminando o solo com a retirada do lixo que fica em volta dos coletores usando retroescavadeiras.

Dona da cidade
“A Terracom quer ser dona do Guarujá, só falta entregarem a chave da cidade e pedir para ela administrar tudo. Até no aeroporto ela tentou se meter. Tem que multar mesmo e eu vou fiscalizar e cobrar o secretário a respeito disso”, afirmou Peitola.

Notícia boa
Conforme antecipamos aqui, a maternidade do Hospital Guarujá começa a funcionar no próximo dia 30 de agosto. A exemplo dos outros setores do hospital a unidade está equipada com aparelhos de ponta, como UTI neonatal.

 

Maya (600 x 600)AME Maya

Mais um passo importante foi dado na campanha que está mobilizado a cidade para salvar a vida da pequena Maya, de apenas seis meses, que sofre de Atrofia Muscular Espinhal (AME), doença que ataca o sistema nervoso até o ponto de o paciente não conseguir se mover ou mesmo respirar e que atinge um em cada dez mil bebês nascidos. O deputado federal Marcelo Squassoni (PRB) conseguiu junto a ANVISA, o registro do medicamento Spinraza indicado para este caso, que agora poderá ser comercializado no Brasil.
Em discurso no plenário da Câmara Federal, Squassoni cobrou o Ministro da Saúde e afirmou que se preciso fosse, abriria mão de emenda parlamentar em prol de uma vida.
Conversamos com o professor Jacy, avô de Maya, que agradeceu a iniciativa do deputado e convidou a todos para o bazar que será realizado neste sábado (26) no Buffet Oceano Mágico, na Rua Washington, 957 das 10:30 às 16:30h com o objetivo de arrecadar fundos para a compra da medicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

completar *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>