Polícia acredita que jovem caiu no poço de elevador por acidente

Polícia (600 x 450)As investigações que apuram a morte do adolescente David Morais da Rosa Silva, de 17 anos, durante uma festa em um prédio abandonado, no Morro do Pitiú, Jardim Las Palmas, seguem em andamento.
Um inquérito policial por morte suspeita será instaurado e dezenas de pessoas presentes no evento serão ouvidas com o objetivo de esclarecer como o jovem morreu. Contudo, para a Polícia Civil não há mistérios: trata-se de um acidente.
Alguns dos jovens participantes da festa confirmaram que realmente houve uma correria desenfreada quando a Polícia Militar chegou ao edifício por conta do barulho.
“Era para ser uma festa com cerca de 10 a 15 pessoas. Uns dez minutos depois de nós chegarmos lá começou a chegar todo mundo que estava em outro evento. O David era um deles”, disse um jovem, morador do Parque Estuário, em Vicente de Carvalho, e que conhecia a vítima. “Já com todo mundo reunido no prédio, a polícia apareceu. Haviam muitos menores bebendo lá e isso deixou o pessoal nervoso. Todo mundo começou a correr com medo dos policiais. Foi quando o David também correu, mas não viu o poço do elevador”, acrescenta a testemunha.
Muitas pessoas que estavam na festa deixaram o edifício sem serem identificadas. Durante a revista no imóvel, os policiais militares apreenderam um cigarro de maconha e um coldre. Os objetos foram apresentados na Delegacia de Guarujá, onde mais de 10 pessoas prestaram depoimento antes de serem liberadas. (Foto: Rogério Soares/ A Tribuna)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

completar *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>