Prefeitura deve lançar edital para transporte público em maio

Venâncio_Audiência Pública (600 x 511)Em audiência pública do modelo de Concessão do Transporte Público, realizada na quinta-feira (05), no auditório da Unaerp, foi apresentado um novo modelo de transporte coletivo para a cidade nos próximos anos. De acordo com o edital, que deve ser lançado no próximo mês, a empresa que vencer a licitação tem a responsabilidade da adaptação de uma nova frota com novos modelos de veículos. O novo edital prevê a concessão pelo período de 20 anos, em lote único, para a prestação e exploração do serviço público regular de transporte coletivo de passageiros na Cidade. O vencedor será o que oferecer o menor valor de tarifa de remuneração, sendo necessária a demonstração de experiência na operação de serviços de transportes. Ele também deverá fixar prazos para o inicio da operação e instalação de garagens compatíveis com a jurisprudência do TCE-SP e seguir um cronograma para a realização das benfeitorias no sistema viário urbano adequado para o BRT. Dentro das exigências feitas pela Prefeitura à empresa vencedora, está a instalação de um sistema de Transporte Público com Tecnologia BRT (Bus Rapid Transit); investimentos do concessionário na Infraestrutura do Transporte Público; melhoria real da qualidade do transporte oferecido, com maior conforto e oferta de viagens; utilização de ônibus articulados, padron e microônibus, todos adaptados para pessoas com deficiência, ar condicionado e wifi. Ainda há a previsão de implantação de serviços executivos e turísticos, além de serviço especial gratuito operado com van adaptada para transporte de pessoas com deficiência e com tecnologia de informação e controle. De acordo com o estudo apresentado na audiência, a empresa deverá investir cerca de R$ 197 milhões neste projeto, incluindo a compra de 120 novos ônibus (entre articulados, padrons, convencionais, microônibus, doubledeck para turismo, executivos e vans, todos com ar-condicionado e wi-fi livre); infraestrutura (instalação de corredores exclusivos de ônibus, pontos de ônibus, estações de embarque e desembarque, além da reforma e construção de terminais); instalação da tecnologia necessária e construção da garagem para a frota. Ouvido pela nossa reportagem, o secretário de Defesa e Convivência Social de Guarujá, Luiz Cláudio Venâncio Alves destacou: “A atual administração revisou o antigo edital e seus anexos e concluiu que o Projeto de Transporte mantinha exatamente igual o sistema atual, mesma oferta e quantidade de ônibus e não fazia nenhum investimento no transporte, retrocesso inclusive do processo anterior, no qual a Concessionária teve que implantar os terminais Ferry Boat e Vicente de Carvalho. Nossa administração entende que a população precisa de qualidade no transporte, diferente do serviço existente hoje. A população quer mais oferta de viagens, esperar pouco no ponto, estar abrigada da chuva e do sol nos pontos de parada; a população quer ônibus novos. Por isso, escutando todas as reclamações e solicitações da população, a atual administração decidiu implantar um sistema de transporte que garanta: maior oferta de viagens, pouco tempo de espera nos pontos de parada, infraestrutura que permita a regularidade dos horários e tempos de viagens, até mesmo na alta temporada. Nossa proposta tem como objetivo principal entregar a população um transporte de qualidade”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

completar *