Prefeitura e Câmara sem papel higiênico

Edilson_presidente_2017 copy (552 x 600)Depois de receber denúncias de servidores sobre a falta de papel higiênico e água potável em diversos setores da prefeitura e na Câmara Municipal, nossa reportagem entrou em contato com a presidência da Câmara e com a assessoria de Comunicação da prefeitura para comentar o assunto. O presidente do Legislativo, vereador Edilson Dias (PT) prontamente falou com o jornal O Itapema e confirmou a falta de produtos de higiene, alegando que assumiu a Casa com alguns problemas e que constatou que a Câmara não tem contratos ou ata de registro de preços de material de higiene: “Esse tipo de licitação deveria ter sido iniciada no ano passado e não foi, então iniciamos um procedimento legal de compra direta, modalidade de aquisição onde são comparados três orçamentos e os produtos são comprados do fornecedor que oferecer o menor preço, que pode ser feita até valores de R$ 8 mil. Gastaremos R$ 6.5 mil para comprar esses produtos para que durem até 90 dias que é o prazo necessário para realizarmos licitação e contratos com fornecedores desses produtos até o fim do ano”. Edilson explicou também que encontrou a mesma situação no fornecimento de água: Homologamos na terça-feira (31) a compra de água potável”.

Prefeitura

Até o fechamento desta edição, a prefeitura não se manifestou sobre o assunto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

completar *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>