Reajuste dos servidores municipais fica abaixo do esperado

Reunião aumento (600 x 322)O prefeito Válter Suman apresentou na última quarta-feira (29)  às presidentes dos sindicatos que representam os servidores públicos do Município proposta de 5,354% de reajuste salarial, abaixo dos 6,28% reinvindicado pela categoria.
A Prefeitura propõe também aumento no auxílio-alimentação (de R$ 575,00 para R$ 600,00); honrar o pagamento retroativo do abono salarial (1,9%) em quatro parcelas a partir da folha de abril; efetuar, até outubro deste ano, o pagamento de promoções horizontais, níveis e progressão funcional que representam um passivo deixado pela gestão anterior; depositar metade do 13º salário em junho deste ano, entre outros benefícios.
Embora a receita orçamentária tenha aumentado pouco mais de 2% no período, o prefeito determinou estudos para que fossem efetuados cortes possíveis em outras áreas, sem prejuízo do serviço público, a fim de garantir o reajuste do funcionalismo.
“Sou servidor público, trabalhei durante 15 anos no antigo Programa de Internação Domiciliar (PID) e sei da dificuldade que muitas vezes o funcionário público enfrenta ao se deparar com condições extremamente difíceis no dia a dia de seu trabalho. O servidor precisa ser valorizado, e por isso determinei estudos que chegaram a essa proposta, que não é blefe: esse é o maior índice que podemos apresentar neste momento”, afirmou Suman.
Além do reajuste salarial e de benefícios, ficou acordado que outras cláusulas serão tratadas ao longo do ano por uma Comissão Permanente de Negociação, como a correção das tabelas, por exemplo. A Prefeitura tinha até 1º de abril para apresentar a proposta salarial, que foi protocolada na quinta-feira (30) nos dois sindicatos que representam a categoria no Município.
Além do prefeito, participaram da reunião também o secretário de Coordenação Governamental, André Noschese Guerato; seu adjunto, Carlos Stephan; os secretários de Finanças e Administração, respectivamente Adalberto Ferreira da Silva e José Agnaldo Beghini de Carvalho; o controlador Geral do Município, Eduardo Busch; e as presidentes do Sindicato dos Funcionários Públicos da Prefeitura de Guarujá (Sindserv), Márcia Rute Daniel Augusto; e do Sindicato dos Professores de Escolas Públicas Municipais (Siproem), Joanice Gonçalves.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

completar *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>