Squassoni encaminha ao Ministério da Saúde demandas da região

Ricardo Barros_Squassoni_corte (600 x 576)Acompanhado do deputado estadual Cássio Navarro (PMDB), o deputado federal Marcelo Squassoni (PRB) protocolou no Ministério da Saúde (MS) documentação com a lista de prioridades das nove cidades da Baixada Santista para o setor. Seguindo determinação do ministro da Saúde Ricardo Barros, os próprios prefeitos definiram as prioridades para o uso dos R$ 120 milhões anuais a mais que reforçarão o financiamento de serviços de média e alta complexidade da Região: 410 novos leitos hospitalares e o incremento de uma série de serviços. Em audiência com prefeitos, deputados e vereadores da Baixada realizada no último dia 12 de julho em Brasília, Barros anunciou o aumento de 50% no custeio de serviços em Saúde da Região, que atualmente recebe R$ 240 milhões por ano e passará a receber R$ 360 milhões, ou seja, R$ 30 milhões mensais. Para isso, porém, seria necessário apresentar as prioridades ao MS. Diante da grave situação da saúde pública da Baixada Santista, o socorro só foi possível após mobilização dos prefeitos, com o apoio do deputado Marcelo Squassoni. O aumento dos repasses foi distribuído entre os municípios da Região levando em conta a estrutura disponível em cada um deles. Guarujá O plano prevê que Guarujá deverá ser habilitada para o custeio de atendimento móvel por motolâncias, e também para o serviço de residência terapêutica, além de construir um Centro de Atenção Psicossocial Infantil (CAPSi) e ampliar os Ambulatórios Referência de Especialidades (ARE) da Vila Júlia e do Distrito de Vicente de Carvalho, que será construído com emenda do deputado Marcelo Squassoni no valor de R$ 2,3 milhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

completar *