Suspeito de latrocínio contra jogador do Catar se apresenta à polícia

Polícia_2 (600 x 585)Um jovem de 18 anos, suspeito de cometer o latrocínio (roubo seguido de morte) contra o jogador de futebol Kendrick Costa, de 24 anos, se apresentou à Polícia Civil na quinta-feira (3). O atleta era atacante do Al Gharafa, do Catar e estava em férias na cidade. Segundo a polícia, Kendrick morreu ao ser atingido por um tiro na Rua Guilherme Backeuser, no bairro Pae Cara, em 7 de junho. Ele foi abordado por um motociclista, que roubou a corrente dele. O atleta teria reagido, acabou baleado no rosto e morreu ao ser socorrido para o hospital. O suspeito, identificado apenas como Marcelo, morador do Pae Cará, se apresentou voluntariamente no 2º Distrito Policial da cidade, em Vicente de Carvalho, acompanhado do advogado Airton Sinto, da mãe e familiares, motivado por boatos nas redes sociais, de que ele seria o responsável pelo crime. Segundo o defensor, o cliente não foi o autor do latrocínio, uma vez que estava no velório do próprio avô na ocasião. Boatos nas redes sociais, de que ele seria o responsável pelo crime, motivaram o rapaz, identificado apenas como Marcelo, a se apresentar na delegacia. O advogado informou que o cliente, também morador do Pae Cara, foi ao DP voluntariamente e que, ao final do depoimento, não deverá ficar preso por envolvimento no caso. (Foto: G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

completar *