Tocha olímpica passa por Guarujá e roteiro ignora Vicente de Carvalho

Tocha Simone Queiróz (600 x 338)Moradores de Vicente de Carvalho expressaram revolta nas redes sociais sobre o descaso da organização do Comitê Olímpico e da própria prefeitura em não incluir o Distrito de Vicente de Carvalho no roteiro da Tocha Olímpica na cidade. O símbolo dos Jogos Olímpicos chegou ao Guarujá nesta sexta-feira, 22, com atraso de pelo menos 40 minutos. A chama olímpica veio para a Cidade em uma catraia pelas mãos do surfista Adriano de Souza, o Mineirinho, que desembarcou no Ferry Boat. Depois, seguiu de carro para o revezamento por solo, na Avenida Puglisi, num percurso de cerca de 10 km, passando pelas mãos de 48 condutores.

O circuito oficial, definido pelo Comitê Olímpico, seguiu pela Puglisi no sentido Praia das Pitangueiras. Quando a tocha olímpica chegou em frente à Secretaria de Turismo, na Avenida Marechal Deodoro da Fonseca, seguiu no sentido Praia da Enseada. Na Praça Horácio Lafer, houve rápida celebração.

Na sequência, a tocha seguiu pela Avenida Miguel Estéfano até a Rua Bolívia, passando pela Avenida Dom Pedro I, Rua Montenegro, novamente pela Avenida Puglisi, e encerrando o percurso na Avenida Adhemar de Barros, em frente à loja da Nissan.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

completar *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>