“Vamos resgatar as festividades do Dia do Padroeiro”

WhatsApp Image 2018-01-12 at 10.18.23 (400 x 600)A paróquia

Na manhã de quinta-feira (11) o padre André Torres, pároco da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima e Santo Amaro, gentilmente recebeu a equipe do jornal O Itapema para falar do seu trabalho, sobre Santo Amaro e as festividades programadas para a data em que se comemora o Dia do Padroeiro, sobre o Papa Francisco e sua mensagem aos guarujaenses.
“Estou completando dois anos à frente da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima e Santo Amaro. Encontrei aqui uma cidade muito acolhedora, com um povo muito bom e disponível. Guarujá é uma cidade com duas faces, uma a do cotidiano e outra a de temporada. Na alta temporada aumenta muito o número de pessoas que frequentam às missas, a igreja que já não é muito grande se torna pequena, particularmente nas missas de Natal e Ano Novo, muitas pessoas assistem da praça. É uma alegria saber que os turistas tiram férias, mas não férias de Deus.”

Santo Amaro

“Santo Amaro é um santo que não é tão conhecido aqui no nosso país, ele é mais conhecido na Europa, especialmente na Espanha, onde possui uma grande devoção. No Brasil ele também é conhecido como São Mauro. Santo Amaro era discípulo de São Bento e já desde pequeno estava sob a sua guarda e seus ensinamentos. Ele tinha um primo, também santo, São Plácido com quem viveu no mosteiro. Diz a tradição que um dia São Bento teve um sonho, ou uma visão, de que Plácido estava se afogando, São Bento chama o discípulo Amaro e pede que ele o salve. De imediato, Amaro sai e salva Plácido, só que ele não percebe que para salvar o primo, ele foi correndo sobre a água e o trouxe para a margem. Só depois, quando os outros monges comentam, ele percebe o acontecido.
A partir desse fato é que se considera a Obediência como uma das suas virtudes. Para nós, um grande ensinamento de Santo Amaro é esta docilidade às coisas de Deus, essa obediência a Deus. Conta também a tradição que no mosteiro, São Bento confiava ao santo os cuidados com os doentes, então cada vez mais, a gente tem reconhecido Santo Amaro como um padroeiro intercessor pelos enfermos. Em nossas novenas, oramos pelos pacientes internados no hospital Santo Amaro, que também é confiado a ele.”

Desafios

“Estou muito feliz de trabalhar aqui, a nossa igreja tem uma série de desafios a serem cumpridos, mas, como disse, a cidade tem um povo muito disposto para construir. Nossa paróquia é muito grande, além da igreja Matriz, temos 14 capelas espalhadas por toda a ilha e três ainda por construir em comunidades formadas que ainda não tem uma capela. Estamos construindo uma delas na Pedreira. Temos uma comunidade na Vila Rã e outra na estrada da balsa para Bertioga que também ainda não tem a capela. São esses os nossos maiores desafios nesse momento, paralelamente estamos reorganizando toda a vida da igreja e queremos recuperar algumas tradições que foram perdidas, como a própria festa de Santo Amaro, padroeiro da ilha que também leva o seu nome e que ficou meio esquecida por muito tempo.”

WhatsApp Image 2018-01-11 at 12.08.15 (450 x 600)Festividades

“Nós estamos fazendo as coisas aos poucos, estamos recuperando a praça da Matriz como ponto de encontro da comunidade. Vamos realizar uma quermesse esse ano, ainda que pequena, durante todo esse mês de janeiro que é o mês do padroeiro. Estamos fazendo nesses dias também a novena de Santo Amaro, que tem sido bem bonita com grande participação dos fiéis e,  particularmente no dia 15  que é o Dia do Padroeiro, vamos fazer uma grande festa, iniciando com uma missa às 8h da manhã, depois na parte da tarde, às 18h, a tradicional procissão seguida de uma missa campal, presidida pelo nosso Bispo Diocesano, Don Tarcísio e um grande show com a banda Anjos de Resgate, um grupo musical muito conhecido no meio católico.

Papa Francisco

“Penso que cada papa traz uma resposta para seu tempo, o Papa João Paulo II foi importante para seu tempo, o Papa Bento XVI, no seu tempo, trouxe uma mensagem importante para o mundo católico e o Papa Francisco é um papa que fala a língua de hoje, do cotidiano que transmite sua mensagem pelo seu jeito de ser e de viver, não só com palavras. Ele é um papa que vive como a gente, que fala a nossa língua e, portanto, atinge os nossos corações de uma forma nova. Cada papa teve uma missão. Francisco é um homem corajoso, fica como exemplo a visita dele ao Rio de Janeiro, quando alguém lhe ofereceu uma cuia de chimarrão, ele pegou e bebeu, e todo mundo disse que ele era louco, que o mate poderia estar envenenado e ele respondeu que preferia morrer perto do povo, do que viver distante dele. Essa é a característica de Francisco, essa identidade com o povo e que tem que ser seguida pelos padres, a quem ele disse que tenham o cheiro das ovelhas, que estejam junto da população e é isso, essa proximidade, que a Igreja de hoje tem que buscar.”

Mensagem

“Minha mensagem para todos os moradores da nossa cidade é lembrar para pessoas que acham que viver o projeto de Deus é deixar de fazer uma série de coisas, pois parece que Deus impõe uma série de restrições que nos impedem de viver a vida na sua plenitude, mas é muito pelo contrário, como disse o Papa Bento XVI, Deus não nos rouba nada. O projeto de Deus nos liberta e nos faz felizes, então minha mensagem é essa, que as pessoas percebam o projeto de Deus na sua vida e saibam que obedecendo e sendo fiel ao projeto de Deus, nós certamente  seremos mais felizes e eu gostaria que a cidade de Guarujá foi repleta de pessoas felizes,  pessoas que vivem e entendem o projeto de Deus.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

completar *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>