Vereador quer mais fiscalização para coibir abusos no feriadão

Pág. 03 (600 x 400)Com a previsão de sol e calor para os próximos dias e a folga do feriado prolongado a cidade deve registrar um novo recorde de visitantes, entre turistas e veranistas. No final da tarde de quarta-feira (06), desde que foi implantada a Operação Descida, já era intenso o transito nas estradas do Sistema Anchieta Imigrantes no sentido do Litoral. A previsão da Ecovias, concessionária do sistema é que 400 mil carros desçam a Serra até sábado.
Com a expectativa da cidade de, praticamente dobrar a sua população, comerciantes comemoram antecipadamente os lucros. A Associação de Sergio Santa Cruz (395 x 600)Meios de Hospedagem do Guarujá estima que 70% dos leitos disponíveis sejam ocupados durante o período. Esse número pode aumentar se o sol forte continuar a brilhar na região, mas com o bem vindo aumento no movimento, vêm também os problemas decorrentes desse excesso de população, e para evitar os contratempos e garantir tranquilidade e segurança aos visitantes, a Prefeitura de Guarujá realiza neste feriado prolongado a Operação Independência, com o objetivo de fiscalizar uma série de atividades na faixa de areia e calçadão das praias de Pitangueiras, Enseada, Astúrias e Tombo.
A operação acontece de quinta (7) a domingo (10) e envolve Guarda Civil Municipal (GCM), Polícia Militar e a Secretaria de Finanças.
A fiscalização terá como foco impedir a prática de atividades proibidas por lei na Cidade, como a circulação de animais na faixa de areia das praias, prática de esportes não permitidos em determinados locais e horários, controle de entrada de vans e ônibus sem autorização, reserva de espaço por permissionários de carrinhos de praia, comércio ambulante sem alvará municipal e tráfego de bicicletas no calçadão e faixa e de areia.
A operação vai ao encontro da indicação que o vereador Sergio Santa Cruz (PRB) apresentou, na última sessão do legislativo municipal, no sentido de que a prefeitura intensifique a fiscalização na orla da praia para coibir os abusos que acontecem tanto por parte de veranistas e turistas como de comerciantes irregulares que se aproveitam de períodos em que a cidade está cheia, como deve acontecer no próximo feriado prolongado de 7 de setembro.
“Recebemos muitas reclamações de moradores sobre estacionamento irregular de veículos de fora, som alto e animais nas praias, embora já existam leis que proibem essas práticas e também reclamação de comerciantes que pagam seus impostos o ano todo e nesses períodos sofrem com a concorrência desleal de pessoas que vem para a cidade, vendem seus produtos, muitas vezes ilegais, e depois vão embora sem contribuir com a cidade. Uma injustiça que queremos corrigir com reforço na fiscalização de Posturas e Comércio. O poder público tem que dar para os moradores, comerciantes locais e para os próprios turistas a garantia de tranquilidade e segurança, sem ser extorquido por guardadores de carros ou incomodado por ambulantes insistentes.
O vereador, que é policial militar reformado, explica que participou de reunião na prefeitura com integrantes da Força Tarefa, fiscalização, Guarda Civil Municipal, Polícia Militar e Ministério Público em que solicitou aumento de efetivo da PM policial militar para acompanhar as equipes de fiscalização da prefeitura, porque os fiscais, mesmo que acompanhados de guardas municipais desarmados muitas vezes não conseguem fazer cumprir a lei.
“Eram oito policiais na Operação Delegada e eu solicitei ao prefeito Válter Suman que nesse feriado prolongado aumente para 30 policiais, o que vai dar uma garantia maior não só à fiscalização, mas também aumentar a sensação de segurança para a própria população”, justifica.
Para o vereador, a sua indicação não tem só a intenção de diminuir ou acabar com os abusos apenas neste feriado, mas preparar o município para um “verão legal” na próxima temporada. “Ninguém vai poder alegar que está sendo pego de surpresa, nem aqueles que vinham para cá fazer comercio ilegal ou aqueles que pensam que podem fazer das praias o que quiserem ou ainda aqueles que tomam conta das ruas como se fossem donos da cidade. Estamos mandando o recado nesse feriado que no verão não vai acontecer mais isso. Haverá fiscalização intensa. A Guarda Civil Municipal, a Polícia Militar, a fiscalização da prefeitura e os agentes de trânsito vão agindo para coibir essas irregularidades.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

completar *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>