Pinga fogo 592

0
2135

Pinga fogo na TV
O clima esquentou já no primeiro programa do O Itapema na TV com o vereador Sérgio Santa Cruz (PRB). Perguntado pelo editor deste jornal, Artur Ubiratan, sobre a aprovação do polêmico projeto do Executivo que aumenta o número de cargos comissionados, o líder da bancada da situação, chutou o balde.

Pinga fogo na TV II
Primeiro tentou jogar a responsabilidade para o prefeito e que o papel dos vereadores da situação era aprovar o projeto. Diante da insistência do repórter, sobre a conveniência de aumentar despesas no momento em que o município atravessa dificuldade financeira, o vereador apelou para a necessidade “técnica” dos novos cargos, também não convenceu.

Pinga fogo na TV III
A entrevista desandou de vez, quando Artur perguntou se eles ouviram o povo antes de aprovar uma despesa anual de mais de R$ 2,7 milhão com a cidade precisando dessa verba na saúde e na educação. Visivelmente irritado, o vereador chamou a imprensa de demagoga e que o povo é que ia decidir na próxima eleição se o mandato do prefeito foi bom ou não.

Trem da alegria
Vale lembrar, que o argumento usado pela administração para criar os quase 30 novos cargos comissionados era de que na administração do ex-prefeito Farid Madi existiam 502 cargos, a prefeita Antonieta aumentou para 564, mas por força de uma ADIN, teve que reduzir para 209. Com a aprovação do projeto, Suman terá 232 cargos de confiança.

Trem da Alegria II
A proposta do Executivo foi aprovada por 14 votos. O presidente da Câmara Municipal, vereador Edilson Dias (PT) não vota, o vereador Pastor Sargento Marcos ausentou-se por “doença” e a vereadora Andressa Salles, ambos do partido do prefeito, votou contra.

Trem da Alegria III
O que se comenta é que Andressa, de olho nas eleições de 2020, votou contra o projeto, mas os fofoqueiros, sempre de plantão informam que na quarta-feira, logo cedo, ela foi tomar café da manhã no apartamento do prefeito e pediu desculpas.

Haja paciência!
O presidente da Dersa, Milton Persoli, admitiu que a travessia de pedestres e ciclistas entre o Distrito Vicente de Carvalho e o Centro de Santos opera no limite da capacidade. Segundo ele, a expectativa é que a manutenção das barcas que estão paradas seja concluída em até três meses. Haja paciência! Ajuda aí, Dória!

Haja paciência! II
Como este jornal registrou, nos dias 24 e 25 de abril, a travessia foi interrompida por horas, uma vez que não havia embarcação funcionando para realizar o serviço. Filas de usuários se formaram dos dois lados e o serviço de catraias, que realiza a travessia entre o Macuco, em Santos, e Vicente de Carvalho, ficou sobrecarregado.

Ajuda aí, brimo!
O corredor da Avenida Thiago Ferreira é o maior polo comercial da cidade, gerando empregos e arrecadação de impostos, mas não tem recebido da prefeitura a atenção proporcional à sua importância.

Ajuda aí, brimo! II
Quando não é apagão de energia elétrica é alagamento por conta da falta de limpeza dos bueiros. Esta semana, foram os dois. Para os comerciantes, não interessa se a culpa é da CPFL, da FortNort ou do Hassen. Falta é ação efetiva da prefeitura mesmo.

Falando em ação efetiva…
Não fosse a competente atuação do diretor de Regulamentação Fundiária, Nelsomar Guedes Coutinho, o trabalho da Secretária Municipal de Habitação seria pífio. Na terça-feira (14), o titular da pasta, Marcelo Mariano, anunciou que devem ser entregues 180 unidades, de um total de 1.200 unidades do conjunto Parque da Montanha e que as obras “estão com andamento normal”.

Falando em ação efetiva… II
“Andamento normal” como, secretário? As obras estão paralisadas há mais de 10 anos e os prédios em construção foram saqueados e vandalizados durante esses anos. Já que o prefeito está fazendo reforma administrativa, era hora de reavaliar o trabalho desse moço.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here